Precisa de assistência de emergência para pagar aluguel? Veja como obter ajuda

mon holding son
| 10 min read Assistência financeira

Mandy e seu parceiro estavam finalmente em situação mais estável, depois de terem se mudado para o outro lado do país. Foi aí que uma despesa imprevista acabou com a maior parte do orçamento e fez com que necessitassem de assistência de emergência para pagar o aluguel.

“Meu carro não passou na inspeção e para passar eu precisava fazer um conserto de mil dólares”, contou Mandy. “Eu tinha dez dias para fazer o conserto, mas também precisava pagar o aluguel na semana seguinte”.

Mandy e seu parceiro mal conseguiam pagar as despesas que já tinham. Os dois tinham empregos com baixos salários. Mandy recebia pagamento conforme o número de turnos que ela conseguia no supermercado onde trabalhava. A opção diante deles era pagar o aluguel de US$ 850 ou consertar o carro.

Com muita relutância, Mandy pediu ajuda à mãe.

“Não sabíamos o que mais fazer”, disse Mandy. “Sem o carro, eu não tinha como ir ao trabalho.”

O dilema de Mandy não é incomum. Muita gente vive em situação de não poder arcar com as despesas básicas quando ocorre uma emergência. Na verdade, segundo um estudo recente realizado pelo United Way Alice Project, 43% das famílias americanas não têm condições de pagar as despesas mensais (inclusive residência, transporte, creche, seguro saúde e conta telefônica). Geralmente, a maior dessas despesas é o aluguel.

Por que as pessoas necessitam de ajuda para pagar aluguel

De acordo com as diretrizes federais de habitação dos EUA, uma família que gaste mais de 30% do orçamento em aluguel corre o risco de passar por dificuldades financeiras. Isso significa que pode ser difícil pagar outras necessidades.

“Em muitas áreas, o aluguel é muito caro”, disse Laura Scherler, diretora sênior de soluções corporativas e mobilidade econômica da United Way. Ela também acrescentou que muita gente gasta entre 40% e 50% da renda mensal em aluguel. “Isso deixa as pessoas muito vulneráveis, caso ocorra uma situação imprevista como o carro quebrar ou um filho adoecer. Qualquer situação imprevista faz tudo sair dos eixos. Essas crises deixam as pessoas sem muitas opções.”

Foi isso que aconteceu com Mandy. Ela e o parceiro já haviam usado toda a poupança na mudança, quando então precisaram consertar o carro. Mandy calculou que gastavam quase 50% dos salários combinados dos dois somente no aluguel.

“Não tínhamos mais nenhuma poupança como respaldo”, disse Mandy, e acrescentou que pela primeira vez estava difícil para o casal economizar até mesmo $20 por mês (como recomenda Scherler) .

Dificuldades financeiras são muito comuns hoje em dia

Apenas 39% dos americanos têm condições de pagar US$ 1.000 da poupança caso ocorra uma emergência, segundo uma pesquisa recente do Bankrate.

A mesma pesquisa do Bankrate revelou que quem não tem US$ 1.000 na poupança para essas situações opta pelas seguintes soluções:

  • Debitar em cartão de crédito (19%)
  • Reduzir outros gastos (13%)
  • Emprestar dinheiro de parente ou amigo (12%)
  • Pedir empréstimo bancário pessoal (5%)

Há muitos motivos pelos quais alguém pode precisar de ajuda a curto prazo e queira saber o que fazer para obter ajuda para pagar o aluguel. Volunteers of America (VOA) é uma organização sem fins lucrativos em nível nacional (EUA) que ajuda as pessoas a encontrar habitação por preço acessível, especialmente veteranos de guerra, idosos, famílias e indivíduos portadores de deficiências. A VOA constatou que o aumento de necessidade se deve aos seguintes motivos:

  • Falta de aumento dos salários proporcionalmente aos custos imobiliários cada vez mais altos e ao baixo índice de disponibilidade de imóveis. Os valor das propriedades e de alugueis continuam a aumentar em proporção maior dos que os inquilinos conseguem dar conta, levando a dificuldades no pagamento de aluguel.
  • Listas de espera cada vez mais longas para subsídios de habitação. As listas de espera de 2 a 3 anos para indivíduos e famílias com baixa renda leva ao aluguel em unidades de custo mais alto, o que cria maior dificuldade.

Embora esse problema esteja aumentando cada vez mais, há formas de arrecadar dinheiro para pagar aluguel.

Como obter ajuda para pagar aluguel

Leia o seu contrato

Saiba quais são os seus direitos como inquilino. Veja o que acontece caso haja atraso no pagamento ou se você não pagar o aluguel de um dado mês, e quando começaria o processo de despejo.

Geralmente, há um prazo de 90 dias para começar o processo de despejo, disse Scherler, portanto há um pouco de tempo para resolver a questão.

“Se você não pagar um mês mas pagar os meses seguintes, não poderá ser despejado”, disse Scherler.

Fale com o proprietário

Se você é bom inquilino e tem boa relação com o proprietário, ele talvez se disponha a resolver a questão com você. Pergunte se ele aceitaria um pagamento atrasado ou se você pode fazer pagamentos parcelados.

Peça ajuda a organizações sem fins lucrativos

Organizações sem fins lucrativos às vezes podem ajudar com necessidades para as quais não há ajuda do governo. Catholic Charities e The Salvation Army são duas organizações que talvez possam ajudar com fundos de emergência para você pagar aluguel e contas de luz, água e esgoto. Entre em contato com o Salvation Army ou Catholic Charities da sua área, se precisar de assistência financeira desse tipo. No caso do Salvation Army, é necessário falar com um orientador de caso como parte do processo.

Outra alternativa é ligar para 2-1-1, a linha telefônica 24h da United Way que conecta pessoas necessitadas a recursos das respectivas comunidades.

De 15 milhões de chamadas e e-mails pedindo assistência à linha 2-1-1 em 2017, 4,4 milhões foram para ajuda com habitação e contas de luz, água e esgoto. Esse volume de chamadas representou a maior porcentagem de todas as categorias, disse Scherler.

“Infelizmente, o problema de habitação é muito grande”, disse Scherler. “É um problema muito difícil em muitas comunidades.”

Outra organização sem fins lucrativos que presta assistência em todos os EUA é a Modest Needs; essa organização fornece ajuda financeira para despesas em casos individuais de emergência.

No caso da Modest Needs, é necessário solicitar o financiamento. Se a solicitação for aprovada, a organização a publica no respectivo site para que os doadores possam examiná-la e fazer doações conforme desejarem. Quando a organização concede os fundos pedidos na solicitação, o pagamento é enviado diretamente à conta bancária indicada na documentação fornecida pelo requerente. A maioria das solicitações é atendida no prazo de duas semanas; muitas delas são, de fato, para pagamento de despesas básicas que o requerente não consegue pagar devido a uma emergência financeira de curto prazo.

Tente conseguir outras fontes de renda

Peça um empréstimo a um parente ou amigo ou veja se consegue um pagamento antecipado do seu empregador. Algumas empresas também podem ter fundos emergenciais especiais disponíveis para seus funcionários.

Pense em fazer um crowdfunding

Crowdfunding é uma ótima solução. Uma boa maneira de alertar parentes e amigos sobre a sua situação é começar uma campanha no GoFundMe. O site fornece arrecadação de fundos gratuira, assim você pode ficar com uma maior parte das doações que receber.

Ajuda com aluguel para veteranos de guerra

Se você é veterano de guerra dos EUA, o U.S. Department of Veterans Affairs fornece ajuda, se não tiver onde morar. Organizações sem fins lucrativos como a Veterans Inc. também podem ajudar quem tem dificuldade de pagar aluguel, por meio de seus programas habitacionais. Se você é portador de deficiência, o governo federal (EUA) tem um programa de financiamento para desenvolver habitação de aluguel subsidiada para adultos portadores de deficiência com baixa renda.

Ajuda governamental (EUA)

Infelizmente, o governo federal fornece apenas uma ajuda limitada para custos de aluguel em situações de emergência. O departamento federal dos EUA – Housing and Urban Development – presta assistência por meio do programa habitacional de vouchers, mas, em geral, as listas de espera são muito longas, disse Scherler.

O governo fornece alguns fundos de emergência. Em geral, estes são administrados por órgãos estaduais, mas, a não ser que você esteja prestes a ser despejado, é difícil conseguir essa ajuda.

“É praticamente necessário que a pessoa esteja já no ponto de crise para poder receber essa assistência”, disse Scherler.

Uma crise relacionada ao pagamento de aluguel pode ser sinal de uma necessidade maior

Ao se deparar com uma despesa individual de emergência, a pessoa deve analisar o seu quadro financeiro inteiro para evitar anos de dificuldade financeira no futuro.

Para Mandy, a dificuldade de pagar o aluguel foi um sinal de que ela e o parceiro precisavam de mais ajuda para dar conta das despesas básicas, mais do que queriam admitir. Eles estavam pensando em solicitar assistência do  Supplemental Nutrition Assistance Program (conhecido como SNAP), mas a crise que enfrentaram tornou necessário conseguir ajuda financeira imediata.

“Nos sentimos muito mal”, disse Mandy. “Queríamos tanto ser autossuficentes, mas não conseguimos dar conta.”

Há uma série de recursos gratuitos disponíveis para quem se encontra em situação como a da Mandy, e também há recursos mesmo depois de passar a crise.

A organização Volunteers of America dá o seguinte conselho para quem precisa de ajuda com aluguel:

  • Seja precavido e formule um plano de ação para resolver a situação de crise com soluções de curto e longo prazo.
  • Não deixe para resolver o problema no último minuto.
  • Não entre em pânico nem tome decisões bruscas; lembre-se de que há recursos e apoio disponíveis para ajudar a superar a situação.
  • Pense em se inscrever em aulas gratuitas de como fazer orçamento para determinar como você pode pagar o aluguel, ou se precisa procurar um lugar com aluguel mais barato.

“Se achar que talvez não consiga pagar o aluguel no próximo mês, comece a procurar uma solução agora mesmo” disse Taylor. “É importante agir de modo proativo e procurar uma solução sem demora.”

Pedir ajuda não é algo vergonhoso

Seja ao pedir ajuda a uma organização sem fins lucrativos, a parentes, amigos ou por crowdfunding, não se sinta constrangido.

“Todo mundo passa por períodos difíceis na vida”, disse Mandy. “Isso acontece a muitos de nós, mais do que as pessoas imaginam.”

Se estiver com dificuldade e precisar de dinheiro para pagar o aluguel, respire fundo. Fale com o proprietário, com uma organização sem fins lucrativos, com amigos e parentes, ou comece uma campanha para arrecadar fundos. O mais importante é lembrar que você não está sozinho. Todo mundo precisa de ajuda de vez em quando.

Para obter mais informações, leia nossas publicações Onde procurar ajuda financeiraAjuda financeira imediata durante crises financeiras pessoais e  Necessita de ajuda financeira de emergência? Estes recursos podem ser úteis.

Comece uma campanha gratuitamente