Support Socio-ecological Exchange

Versões em Inglês e Português / Versions in English and Portuguese:

Hi folks,

As you all know, I am currently doing PhD program at SUNY College of Environmental Science and Forestry. It's been a great experience so far. I still have few semesters ahead and some coursework to take and I have been building my research proposal.

Most recently, I was selected to be part of a course for the Fall 2014 semester working with traditional communities in Chiapas, Mexico on issues related to Ecosystem Restoration in tropical forest and agroforestry area. As most of you know, supporting and working with traditional communities and sustainability is my life passion, my call in life fighting against social, economic and environmental inequalities. I am eager to develop new relationships and networks between these communities and the communities I worked with in Brazil with agroforestry practices. This experience will help me in my doctoral research and fieldwork to do just that: learn tradiotional knowledge and build relationships between traditional communities related to agroforestry systems in Latin America.

Specifically, the course is focused on ecological restoration in tropical forest area. I will work for two weeks in southern Mexico, Chiapas, Mexico's most economically-disenfranchised state, and one of the richest culturally (10 Mayan languages spoken in the area). The course will address ecosystem restoration in forest and agroforestry areas a Latin American context, and would be particularly valuable for me. In Mexico we will study stream ecosystems, rain forest, cloud forest, urban ecosystems, among others. Also we will consider how stakeholders should be incorporated into restoring ecosystems, and how culture and government can help in developing a framework for sustainable ecosystem restoration projects. We will meet with Latin American restoration experts and indigenous groups who have restored ecosystems for centuries.

By participating in Restoring Ecosystems: Principles and Practice, I will not only learn the theory and techniques associated with sustainable ecosystem restoration with the traditional communities, but I will directly contribute to community wellbeing through project work. The professor in charge of the course and the field work, Dr. Stewart Diemont, has been working with the community over 10 years. He learned their native language and built a strong relationship collaborating and learning with them. In the region Lacanja Chansayab, we will work with the community to create a biocultural restoration tool. Also the community and members of the class will create a field guide for young people from the community. This field guide will not contain purely Western science, but will be a record of the traditional knowledge that has been part of Lacanja Chansayab and the Lacandon Maya culture for generations. Currently, young people who are increasingly drawn to the world of television, movies and internet, do not learn the ecological management that has sustained the culture. In a time when we are increasingly needing to understand sustainable ways of life, due to diminishing natural resources, the need to understand sustainable livelihoods in paramount. But, more importantly, we must be cognizant and resistant to loss of the cultural resources that could be a pathway for societal resilience to economic and environmental change. This project seeks to help the Lacandon community, who work with us on this, to ensure that young people in the elementary schools learn about their own culture, their own ecosystems, their own management.

It will be good for my career, and also for the community: a win win situation.

The course has a fee of $2500, which covers travel and field expenses, a course field assistant, field equipment, food, lodging, and in-country transportation. It starts on Aug 10th, but I have to cover the fee before that. My grant/work as teaching assistant at the University will cover the regular tuition, but not the extra costs described above.

Your financial support would mean a lot to me. Please consider donating $10 or more to help me to build this relationship with traditional communities and for my PhD degree. 10% will be donated for the field guide for the community!

Obrigada! Gracias! Thanks!


VERSÃO PORTUGUÊS:

Oi gente,

Como todos vocês sabem, eu estou no Doutorado na Universidade Estadual de Nova York, na Escola de Ciências Ambientais e Florestais (State University of New Yor, College os Environmental Science and Forestry). Tem sido uma grande experiência até agora! Eu ainda tenho alguns semestres à frente com alguns cursos para completar e tenho trabalhado na elaboração da minha proposta de pesquisa.

Mais recentemente, fui selecionada para um curso, iniciando am Agosto 2014, que trabalha com Restauração de Ecossistemas com uma comunidade tradicional em Chiapas, México. Como a maioria de vocês sabem, apoiando e trabalhando com comunidades tradicionais e sustentabilidade é a minha paixão de vida. Meu chamado na vida lutando contra as desigualdades sociais, econômicas e ambientais. Estou feliz em aprender e contribuir com essas comunidades no México, a partir da minha experiência com comunidades com que trabalhei em Pernambuco com as práticas agroflorestais. Esta experiência vai me ajudar na minha pesquisa de doutorado e trabalho de campo para fazer exatamente isso: aprender o conhecimento tradicional e construir relacionamentos entre as comunidades tradicionais relacionados com sistemas agroflorestais na América Latina.

Especificamente, o curso é focado na restauração ecológica em área de floresta tropical com uso de agroflorestas (prática em que se produz alimentos, mas com a conservação da mata) . Vou trabalhar por duas semanas no sul do México, Chiapas, o Estado mais desprivilegiados economicamente, do México, e um dos mais ricos culturalmente (10 línguas maias faladas na área). No México, vamos estudar ecossistemas, floresta tropical, floresta da nuvem, ecossistemas urbanos, entre outros. Também vamos considerar como atores sociais locais devem ser incorporadas em restauração de ecossistemas, e como a cultura e o governo pode ajudar no desenvolvimento de uma estrutura para projetos de restauração de ecossistemas sustentáveis. Nós vamos nos encontrar com profissionais da érea de restauração ecossistemas e grupos indígenas que desempenham restauração de ecossistemas por séculos.

Ao participar na recuperação de ecossistemas: princípios e práticas, não só vai aprender a teoria e as técnicas associadas a restauração do ecossistema sustentável com as comunidades tradicionais, mas vou contribuir diretamente para o bem-estar da comunidade através do trabalho do projeto. O professor responsável pelo curso e o trabalho de campo, o Dr. Stewart Diemont, tem trabalhado com a comunidade ao longo de 10 anos. Ele aprendeu sua língua nativa e construiu uma relação forte colaborar e aprender com eles. Na região Lacanja Chansayab, também vamos trabalhar com a comunidade para criar ferramentas de restauração biocultural. Além disso, a comunidade e os membros da classe irão criar um guia de campo para os jovens da comunidade. Este guia de campo não abrangerá a ciência puramente ocidental, mas será um registro do conhecimento tradicional que tem sido parte da Lacanja Chansayab e a cultura Lacandona Maya por gerações. Atualmente, os jovens que estão cada vez mais atraídos para o mundo da televisão, filmes e internet, não aprendem o manejo ecológico que tem sustentado a cultura. Em uma época em que temos cada vez mais a necessidade de compreender as formas sustentáveis de vida sustentáveis, devido à diminuição dos recursos naturais. Mas, mais importante, devemos estar cientes e resistentes à perda dos recursos culturais, o quais podem ser um caminho para a resiliência da sociedade às mudanças econômicas e ambientais. Este projeto do guia de campo visa ajudar a comunidade Lacandona, também atores desse processo, para garantir que os jovens nas escolas de ensino fundamental aprender sobre sua própria cultura, seus próprios ecossistemas, sua própria gestão.

O curso tem uma taxa de R $ 2500, que cobre as despesas de viagem e instrutor de campo, auxiliar de campo, equipamentos de campo, alimentação, hospedagem e transporte no país. Começa em 10 de agosto, mas eu tenho que cobrir a taxa antes disso. Minha bolsa / trabalho como assistente de ensino na Universidade cobrirá as mensalidades regular, mas não os custos adicionais descrito acima.

Seu apoio financeiro significaria muito para mim e esse projeto. Contribuição de R$20 ou mais para me ajudar a colaborar com essa e para o meu doutorado. 10% será doado para edição do guia de campo para a comunidade!

Obrigada! Gracias! Thanks!

Donations

 See top
  • Anonymous 
    • $80 (Offline)
    • 82 mos
  • Marlene Adler 
    • $100 
    • 82 mos
  • Anonymous 
    • $170 (Offline)
    • 82 mos
  • Anonymous 
    • $20 (Offline)
    • 82 mos
  • Anonymous 
    • $130 (Offline)
    • 82 mos
See all

Organizer

Juliana Quaresma 
Organizer
Syracuse, NY
  • #1 fundraising platform

    More people start fundraisers on GoFundMe than on any other platform. Learn more

  • GoFundMe Guarantee

    In the rare case something isn’t right, we will work with you to determine if misuse occurred. Learn more

  • Expert advice, 24/7

    Contact us with your questions and we’ll answer, day or night. Learn more